Comissão de Defesa do Consumidor da CLDF abre trabalhos do período legislativo

Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

A Comissão de Direito do Consumidor (CDC) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) abriu os trabalhos do período legislativo na última quinta-feira (28). Foi debatido o desrespeito das instituições candangas ao consumidor, principalmente no tocante a gás e combustíveis e aos preços praticados no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. Quanto ao calendário da comissão, serão feitas reuniões às quintas-feiras, sempre às 10h.

Presidente do grupo, o deputado Chico Vigilante prometeu fiscalização aos postos de gasolina e na venda do gás de cozinha ao redor do Distrito Federal. Para o ex-sindicalista, são necessárias blitz nos estabelecimentos a fim de controlar a qualidade do insumo vendido à população, bem como o controle das tarifas. Vigilante pediu também o apoio do Procon, da Delegacia de Defesa do Consumidor, da Agência Nacional do Petróleo e do Instituto Nacional de Pesos e Medidas.

O vice-presidente da comissão, Jorge Cardoso (Avante) não compareceu à primeira reunião da nova CDC. Jorge Vianna (Podemos) alertou aos presentes da urgência em fiscalizar as lojas e lanchonetes do aeroporto de Brasília. “Estou aqui para uma fiscalização ferrenha. Os preços são surreais”, criticou o distrital.

2 de março de 2019