Arthur Virgílio envia carta a Alckmin e confirma que disputará prévias

Orlando Brito/PSDB

Com palavras firmes, porém elegantes, o prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto cobrou em carta ao novo presidente do PSDB, governador de São Paulo Geraldo Alckmin, a realização de prévias para a escolha do candidato tucano à Presidência da República. Ele próprio pretendente à disputa do Palácio do Planalto, Arthur Virgílio registrou a insatisfação com o tratamento que recebeu durante a convenção do partido, sábado passado em Brasília.
Sempre de maneira sutil e veemente – o que caracterizou seus discursos ao longo dos mandatos de deputado federal e senador – o prefeito de Manaus citou alguns episódios na convenção que viu como uma tentativa de diminuí-lo. Entre outros, lembrou que o som do auditório foi diminuído na hora de sua fala, que as redes sociais do PSDB não registraram sua presença no evento e até mesmo que tentaram evitar que ele se posicionasse ao lado do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, de quem foi líder no Senado por duas vezes.
Mantendo coerência com esta época de líder de FHC, Arthur Virgílio vai além das questões internas do PSDB e cobra de Alckmin que “declare que o PSDB feche questão a favor da reforma da Previdência, em nome do Brasil, e não das próximas eleições . E encerra chamando elegantemente o governador de São Paulo para a disputa das prévias: “enfim, companheiro, enfrente-me em campo aberto. Ou perderemos mais uma eleição e nos tornaremos cada vez mais irrelevantes na cena política brasileira”. Enfim, mais cristalino impossível e também uma prova de que nem todo tucano fica em cima do muro.

12 de dezembro de 2017