As blitze vêm aí, avisa o governo

Fiscalização deve ir às ruas a partir do dia 1° de setembro. Motorista que pagou pode retirar "documento provisório", válido por 30 dias, no site do Detran

Por Marcelo Moura

Por Marcelo Moura – As blitze para surpreender e multar motoristas que não pagaram o registro e o licenciamento de seus carros no exercício 2017 começam no dia 1° de setembro, avisa o governo. Conforme o Código Brasileiro de Trânsito, a ferroada no bolso para quem ainda está em débito é de R$ 293,47, uma vez que dirigir sem o CRLV é considerado infração de natureza gravíssima. Além disso, o motorista leva sete pontos na carteira nacional de habilitação (CNH) e tem o veículo removido, devendo pagar guincho, diária, vistoria e serviço de liberação do veículo.

Os motoristas que ainda não receberam o certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) de 2017 podem imprimir um protocolo de autorização de circulação. O documento tem o mesmo efeito legal para os fins de fiscalização. A validade da autorização para circular é de 30 dias e dentro do Distrito Federal. Os Correios levam em média oito dias para entregar o CRLV ao condutor. Para conseguir a autorização, o condutor já deve ter quitado o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o seguro obrigatório (DPVat), a taxa de licenciamento e as multas pendentes.

O protocolo deve ser acessado pelo site do Detran, na aba Veículos, opção Protocolo de Autorização de Circulação. Para emitir o documento, é necessário ter em mãos o documento do veículo para seguir o passo a passo. Além disso, o endereço do proprietário precisa estar atualizado.

Cada veículo tem direito a uma única via. A autorização terá um número de inscrição, validade, nome do proprietário e dados do automóvel, como cor, placa e chassi. Caso surja algum problema com a emissão, o usuário pode entrar em contato com a Gerência de Controle de Veículos do Detran, pelo número (61) ​3343-5278.

Com informações da Agência Brasília

28 de julho de 2017