As opções do final de semana candango

Foliões terão opção de sobra neste fim de semana de pré-Carnaval. Foto: reprodução.

O fim de semana bate à porta, e, depois de tanto trabalho, o brasiliense tem diversas opções para desopilar em terras candangas. Com diversos bloquinhos já à disposição às vésperas do Carnaval. Mas também tem eventos de outras vertentes, como teatro, lançamentos de livros e tributos a grandes nomes da música mundial. Confere tudo certinho lá na Agenda Cultural do Extrapauta.

Na sexta

Ainda hoje, sexta-feira (22), a banda candanga Alarmes traz rock “desplugado” em show acústico ao Espaço N27, a partir das 20h, no Setor Comercial Local Residencial Norte (SCLRN). Também às 20h, mas no Parque da Cidade, o Adarrum traz ritmos tradicionais brasileiros que começam hoje e vão até o domingo num evento interativo, cultural e dinâmico.

Às 19h30, o escritor Marlus Alvarenga lança O Livro de Nada, série de prosas poéticas intimistas existencialistas e intensas. Tem teatro também. Quando o relógio marcar 21h, a Cia. Infiltrados Teatro de Ocupação sobem ao palco para apresentar “Vinicius”, espetáculo que mistura vertentes intimista, música ao vivo e interação com o público.

Às 21h30, muito blues no Galpão 17 com a Trinca de Reis. A festa no SIA será comandada pela Geriatric Blues Band, que reverencia os maiores nomes do gênero norte-americano: Albert King, Freddie King e B.B. King. O Sub Dulcina, no Conic, recebe a Bolha #10, que leva os presentes a uma viagem sensorial com música e imagens.

No sábado

Logo às 17h, o Wine n’ Rock Festival, no Oliver, une o rock de cinco bandas convidadas à gastronomia dos quatro chefes convocados. No SIG, o Serpentina Zero Grau terá sotaque carioca. A festa Goiabada Cascão recebe a sambista candanga radicada no Rio de Janeiro Renata Jambeiro – finalista do Prêmio Música Brasileira 2016 -, em evento previsto para 22h.

O lançamento do  livro Pelos olhos de ver o Mar acontece das 15h às 20h, no Ernesto Café. A autora, Isabella de Andrade, organizou o evento literário  Feito por Elas – Mulheres na Literatura. Vai ter feirinha literária, bate-papo sobre mercado editorial, clube do livro e um monte de escritoras incríveis da cidade.

Ao som de matrizes africanas, a Eye Patch Panda recebe Nãnam e Alvim para um show intimista, na 514 sul, às 20h. Tem mais rock, desta vez no Guará II. O Zepelim Burguer promove show-tributo à banda Pantera com Caio Macbeserra, às 21h.  Outro tributo a banda consagrada é a Ifloyd, que toca às 23h no Toinha Rock Pub de Samambaia.

Reggae em pleno Carnaval? Tem também! Às 17h, Na Casa da Val Rock Hostel, tem o Carna Val Jamaica, que chamou a banda Ruderalis e o DJ RastaMani para dar as quebradas do ritmo de Robert Nesta Marley.

E shopping comemora Carnaval também. No Conjunto Nacional, às 14h, o Carnaval em Conjunto promove, desde quinta-feira (21), oficinas de personalização de camisetas e adereços carnavalesco. No sábado, a atração será a oficina de estandarte de Carnaval.

No domingo

Para curar a ressaca de Carnaval, música eletrônica. Logo às 8h tem o After da Mad Maze, em Águas Lindas de Goiás, que traz o casal das picapes Sonic Massala e Doktor Froid.

Com provocações do estilo “como você habita o mundo?” e “como você se habita?”, a Cápsula Verão leva ao B Hotel, no Setor Hoteleiro Norte, as maiores marcas autorais do design brasileiro numa celebração com consumo consciente, além dos drinks do Bar16.

Oh, abre alas!

Sexta tem folia carnavalesca também. às 18h30, ciclistas do quadradinho partem do Museu Nacional da República em movimento pela visibilidade das bicicletas no trânsito da capital. O Mardi Gras agita a Cervejaria Criolina com a Bradixie Band, às 20h. Para curtir ao som da Bahia, às 22h tem o Baiano Sou Eu, no Corredor Central do Setor Comercial Sul.

O sábado traz um verdadeiro desfile de bloquinhos pelas ruas do Distrito Federal. Ás 11h, o Essa Boquinha Eu Já Beijei agita o entorno da Funarte; às 13h tem o Galo Cego, no Setor Bancário Sul; com cunho político, o bloco Lula Livre balança o Canteiro Central, às 15h; no Centro Comercial do Cruzeiro Velho, o Samba da Mulher Bonita começa os batuques às 17h.

Domingo é dia de descanso? Nem pensar. É no último dia da semana que os foliões, literalmente, botam os blocos nas avenidas. No Setor Bancário Norte, às 14h, O Cafuço do Cerrado apresenta o cantor Felipe Cordeiro para animar o bloco ao som das lambadas paraenses.

Aproveitando o Eixão do Lazer, o Bloco dos Raros estará a partir das 9h na luta pela inclusão de pessoas com doenças raras. Às 11h30, na 409 norte, é a vez do Falta Pouco, ao som do Samba de Marola, Teresa Lopés e Larissa Umaytá, além de DJs para animar a prévia do Carnaval. Mais tarde, às 18h, o Hostel BSB terá o Bloco da Baguncinha com o grupo Carnavália, Dudu Moreira, DJ A e Repeated.

Acaba não, quadradão!

22 de fevereiro de 2019