Atividades físicas – Como começar

Por André Pontes

Imagem/Agência Brasília

Atividades físicas – Como começar

Primeira semana útil do ano! Hora de colocar em prática as promessas do dia da virada. Mas como fazer isso?

A primeira coisa que precisamos fazer é: anotar o que queremos – qual resultado e em quanto tempo. Quando fazemos isso, é muito mais simples nos lembrarmos dos nossos objetivos. Isso serve para todos os campos da nossa vida, mas funciona especialmente bem para metas relacionadas às atividades físicas.

Definidos os objetivos, programamos a nossa semana com uma agenda mínima – é o planejamento. Em termos práticos, é o momento em que determinamos quantas vezes por semana, em quais períodos e por quanto tempo cuidaremos do nosso corpo e da nossa saúde. É a hora da verdade! Quando anotamos o que precisamos fazer em nossa agenda semanal, damos passos importantes na direção de nossas metas, pois criamos um compromisso, algo que sabemos que é importante para nós e que nos trará uma imensa satisfação ao realizarmos.

Definidas as metas, anotados os compromissos, vamos partir para a ação! É hora de finalizar nossa preparação: o que preciso para atingir meus resultados?

* Preciso de algum equipamento novo?

* Preciso contratar um treinador?

* Devo me matricular em uma academia?

* Vou me associar a algum clube ou assessoria esportiva?

* O que a atividade escolhida demanda?

* O que meus resultados demandam?

Dica do dia: não devemos fazer isso sozinhos. Ação exige informação e a melhor forma de obtê-las é uma boa conversa com pessoas mais experientes no assunto. Reparem que eu disse no plural: “pessoas” – acredito que devemos buscar pelo menos 3 ou 4 diferentes, para poder decidir quem nos dará o melhor resultado e nos parece mais empático e atento às nossas necessidades individuais. Devemos confiar na nossa capacidade de decisão.

É hora de buscar a ajuda de pessoas que vão nos levar em direção aos nossos resultados, e muito provavelmente faremos novos amigos nesse processo, pessoas que têm objetivos parecidos com os nossos e que sempre servirão de apoio quando nossa força de vontade diminuir. Por todos os lados existem pessoas que já chegaram aonde queremos chegar, e se nos mostramos interessados, certamente elas vão querer nos ajudar, nos contar suas histórias, dificuldades e alegrias com suas vitórias. Vamos aprender e ensinar muito durante o processo.

Nesse processo, dois erros comuns que cometemos e não nos ajudam em nada são:

1- Não ter metas, não se preparar e não entrar em ação. Não ter metas é o mesmo que começar hoje e não terminar nunca. Não se preparar quer dizer não ter informações suficientes nem ajuda profissional para chegar aonde planejou – é a forma mais eficiente de ter lesões e não ter resultados. E não entrar em ação dispensa comentários.

2- Pagar uma academia ou assessoria sem antes fazer a agenda semanal de atividades. Pagar por uma enorme estrutura e não usufruir por falta de compromisso é uma enorme perda de tempo e fonte de frustração.

Sobre esse assunto, uma consideração rápida já que merece outro texto só para ele: atividades físicas que promovem resultados em pessoas saudáveis devem ser praticadas NO MÍNIMO 4 (quatro, por extenso) vezes por semana, por cerca de 40 minutos e de forma intensa. Mas por favor, não saia por aí fazendo o que acha que deve sem consultar profissionais competentes para que planejem e te ajudem com seus resultados. Falaremos mais sobre isso depois.

A dica final é usarmos essa semana para colocar no papel nossas metas e nos prepararmos para o ano. Sem isso, temos todas as chances de chegarmos a lugar nenhum. Fazer com calma e bem feito permite que façamos sempre. E se ainda tiver dificuldades em começar ou

escolher o que é melhor para você, recomendo muito a leitura do meu primeiro artigo aqui no Extra Pauta: Atividade física começa pela maneira como você pensa.

Feliz Ano Novo! Mens sana in corpore sano! Até a próxima!

7 de janeiro de 2019