Baldy no Ministério é uma força para Perillo presidir PSDB

Não deve ser debitada exclusivamente da conta do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a indicação de deputado Alexandre Baldy, de Goiás, para o Ministério das Cidades. Antigo aliado do governador Marcone Perillo, Baldy administrará um dos maiores orçamentos da Esplanada dos Ministérios exatamente no momento em que os tucanos se preparam para a escolher o novo presidente da sigla.

A candidatura de Perillo à presidência do PSDB é vista por muitos tucanos como a chance de mudar a eterna predominância de políticos do eixo São Paulo-Minas no comando da agremiação. O governador de São Paulo Geraldo Alckimin tem interesse em presidir o partido e assim consolidar sua candidatura à Presidência da República. Mas Alckimin sabe que pode ter de abrir mão de alguma coisa, e nesse caso, seria o comando do PSDB. Por seu lado, Perillo vê a Presidência do PSDB como uma possibilidade real de se projetar nacionalmente, depois de quatro mandatos de governador de Goiás.

Alexandre Baldy assumiu o Ministério das Cidades com o compromisso de não se candidatar nas eleições do ano que vem, para o que deveria se desincompatibilizar do cargo até o início de abril. É uma decisão corajosa para quem está em seu primeiro mandato parlamentar, mas Baldy pode estar mirando projetos mais audaciosos, e aí a parceria com Perillo vai muito além da questão partidária.

21 de novembro de 2017