Comemore, mas, depois, MEXA-SE

Por André Pontes

Estamos na semana 51 de 2017 e com certeza você já recebeu algumas dezenas de mensagens de boas festas no whatsapp e no facebook – sinto informar, mas na próxima semana você receberá mais outras tantas sobre o Ano Novo e o que deveria ter feito, foco e metas para 2018. Pergunto então a você: quantas pessoas comentaram que precisam se controlar na ceia ou que as tentações dessa época são irresistíveis? Exceto você, outras tantas devem ter dito as mesmas coisas, muitas vezes, até com as mesmas palavras, e aproveito a oportunidade para deixar um recado: não é o que você faz entre o Natal e o Ano Novo, é o que você faz entre o Ano Novo e o Natal que realmente conta! Traduzindo, regularidade é muito mais importante do que intensidade, e hoje estou te dando carta branca para aproveitar as festas (com responsabilidade no trânsito! Vá de Uber!). Carta branca para aproveitar a companhia de pessoas de quem gostamos, sem hora e sem pressa, ao redor de uma ceia e uma boa garrafa de vinho para vivenciar momentos especiais totalmente fora da rotina.

Mas espera um pouco… Carta branca, vinda de um professor de Educação Física sério e comprometido? Como assim? É exatamente por ser sério e comprometido que sei que essa semana específica não é capaz de arruinar o restante do ano de forma significativa, mesmo que você não esteja no auge da sua forma física.

Peço licença para escrever no plural daqui para frente para que possamos aproveitar juntos. A coluna Mexa-se! começou em 2017 e já conversamos sobre diversos assuntos, sempre mantendo uma abordagem simples e descomplicada da atividade física e da sua saúde física e psicológica.

Estreamos explicando que as atividades físicas começam pela maneira como você pensa, e isso nunca foi tão verdadeiro! Mas, e você? Como reagiu a esse texto? Conseguiu aplicar algo que tenha feito diferença significativa em sua saúde e qualidade de vida?

Seguindo em frente, passamos por uma explicação sobre sedentarismo e obesidade, sobre a importância da ingestão de água e o funcionamento do nosso organismo. Sugerimos um plano de atividades físicas de 90 dias e explicamos detalhadamente como aumentar o consumo de energia proveniente das gorduras para acelerar o processo de emagrecimento. Diferenciamos perda de peso (balança) de perda de gordura (composição corporal) e ensinamos a projetar nossos próximos anos com saúde de sobra. Esses e vários outros assuntos de relevância foram abordados de maneira a podermos entender mais, nos conscientizar mais e agir mais. Sabemos que mudar de rotina e hábitos é uma situação incômoda no início, mas se nunca passarmos da fase do “início”, nunca chegaremos ao fim.

A semana que antecede o Natal e o Ano Novo é o pior período para pensarmos nesse tipo de mudança. Então façamos o seguinte: deixe tudo isso pra depois e divirta-se sem culpa e sem restrições! O ano tem 52 semanas e essa última não é a hora de você se preocupar, muito menos de tentar compensar o que fez ou deixou de fazer durante as outras 51. Não dá para compensar em 1 o que foi perdido ou não feito em 51, especialmente em se tratando de saúde e atividade física.

Em diversos posts anteriores abordamos o tema regularidade e resultados, e afirmamos, com conhecimento de causa, que consistência nas suas atitudes pode ser muito mais eficiente do que uma ou duas ações concentradas. Então, não é o que você faz ou deixa de fazer entre o Natal e o Ano Novo que fará diferença na sua vida. É o que você faz entre o Ano Novo e o Natal que provocará as mudanças necessárias para que você não se culpe e não se preocupe com os deslizes dessa época. Teremos outras 51 semanas para arrumar tudo antes do próximo período.

Comer, beber e enforcar três dias de treino seguidos não fará, de forma alguma, diferença significativa em sua saúde ou estética de forma geral. Para quem é regular nos cuidados com a alimentação, as atividades físicas, sono e hidratação, o máximo que pode acontecer é uma ressaca daquelas! Muitas vezes, o corpo de quem leva uma vida saudável reclama quando nos excedemos, mas isso faz parte (não se preocupe, isso é tema para as próximas semanas). Não se prive, socialize e aproveite, colecione momentos e lembranças para que a sua saúde psicológica esteja tão em dia quanto a sua saúde física.

Então, mais uma vez, mens sana in corpore sano! Boas festas e até a próxima!

 

23 de dezembro de 2017


2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*