CPI do Feminicídio faz diligência no Núcleo de Atendimento à Família de Samambaia

Diligência faz parte de uma série de visitas que a CPI tem feito a órgãos e instituições ligados à violência contra a mulher

Logo após reunião da CPI do Feminicídio da Câmara Legislativa, na tarde desta última segunda-feira (17), na sala de reuniões, o colegiado seguiu para diligência no Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica (Nafavd), em Samambaia. A diligência faz parte de uma série de visitas que a CPI tem feito a órgãos e instituições ligados à violência contra a mulher a fim de analisar o fenômeno do feminicídio no DF e o mapeamento da rede de proteção às mulheres. Ainda neste mês, o grupo irá ao PROVID-Prevenção Orientado à Violência Doméstica e Familiar e ao Instituto Médico Legal (IML).

Também na reunião de hoje, os deputados Claudio Abrantes (PDT), Arlete Sampaio (PT), Fábio Felix (PSOL) e Júlia Lucy (Novo) aprovaram requerimentos das diligências que serão realizadas em março. Na primeira semana do mês, a CPI irá ao Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, de Ceilândia, e ao Centro Especializado de Atendimento à Mulher, em Planaltina. O presidente do colegiado, deputado Claudio Abrantes (PDT), anunciou que nesta quarta-feira (19), às 17h, haverá reunião de trabalho para discutir questões processuais da CPI.

 

Com informações da CLDF

18 de fevereiro de 2020