Delmasso aciona MPF contra escola de samba por crime de afronta aos cristãos

Na encenação Satanás vence Jesus no desfile da Gaviões da Fiel
O desfile da escola de samba Gaviões da Fiel este ano encerrou a segunda noite do Carnaval de São Paulo em meio a polêmicas. A atração carnavalesca mostra uma encenação onde o diabo vence Jesus, o principal símbolo do cristianismo.
Assim que soube da polêmica apresentação, o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso, demostrou sua indignação e tomou providências. Nesta última quinta-feira (14) o distrital assinou uma representação ao Ministério Público Federal contra a escola de samba, por crime de afronta à liberdade religiosa.
O documento pede a responsabilização de todos os envolvidos e que não seja mais permitida este tipo de apresentação. “A exibição é ridícula e afronta os cristãos. Essa imagem afronta a minha fé eu não vou ficar calado, isso é crime contra a liberdade religiosa”, disse Delmasso.
O coreógrafo Edgar Júnior afirmou que a ideia da representação de Jesus e do diabo era mesmo chocar o público e provocar uma reflexão sobre a fé. “O foco era chocar. Alcançamos o nosso objetivo que era mexer com a polêmica Jesus e o diabo e a fé de cada um”, afirmou.
Com informações da Ascom do deputado distrital Delmasso
15 de março de 2019