Distritais participam de lançamento da Agenda Legislativa da Fibra

A agenda foi entregue ao presidente da CLDF, Rafael Prudente, e ao governador Ibaneis Rocha pelo presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar. Fotos: Silvio Abdon/CLDF

Com a presença de parlamentares distritais e federais, do governador e autoridades do GDF, além de empresários, a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) lançou, nesta última quinta-feira (30), em sua sede, a 17ª edição da Agenda Legislativa da Indústria do Distrito Federal, contendo a posição do setor sobre 31 proposições – de autoria de deputados e do Executivo – em tramitação na Câmara Legislativa.

A agenda foi entregue, inicialmente, ao presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente (MDB), e ao governador Ibaneis Rocha pelo presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar, que afirmou, constar no documento, “as principais demandas da sociedade produtiva do Distrito Federal”. A agenda foi elaborada após consulta aos diversos setores que fazem parte da federação. Bittar ratificou a necessidade de diálogo entre os empresários e os dois poderes. “Não adianta uma pauta sobrecarregada de temas. É preciso ter foco”, afirmou. Na opinião do empresário, para fazer com que o DF se desenvolva, o mais importante é a segurança jurídica.

Jamal Bittar também comentou o cenário macroeconômico, lamentou que 2019 seja “mais um ano perdido”, e tratou da responsabilidade dos governos locais na geração de emprego e renda para a população. Defendeu a “tecnologia, inovação e informação” como a área que poderá garantir uma retomada do crescimento do Distrito Federal. “Essa é a nossa vocação”, declarou. Também fez uma intervenção enfática a favor do Sistema S, inclusive, apresentando números que atestam o sucesso dos programas desenvolvidos no DF.

Por sua vez, o deputado Rafael Prudente, falando em nome dos distritais, garantiu a parceria da CLDF com o setor produtivo: “Tudo o que for importante para os brasilienses e, principalmente, para a geração de emprego e melhoria da vida dos cidadãos, será prioridade do Legislativo local”. O parlamentar listou uma série de iniciativas, já aprovadas pela Casa, que favorecem os empreendimentos, além de ações do GDF nesse sentido. Ele anunciou ainda que o projeto de lei que transfere definitivamente a Junta Comercial do DF, que estava na União, para o Distrito Federal será incluída na ordem do dia da próxima semana.

O governador Ibaneis Rocha reforçou a necessidade de segurança jurídica para favorecer o ambiente de negócios. Descreveu a sua relação com a Câmara Legislativa como sendo “maravilhosa” e disse que está preparado para conviver com vitórias, derrotas e ajustes. “O tempo do Legislativo é o tempo necessário à maturação, ao aperfeiçoamento. A discussão sempre é salutar, porque o debate é para o bem da cidade”, avaliou. Declarou que recebia a Agenda Legislativa da Fibra com “muito boa vontade” e destacou algumas ações do seu mandato. “Reduzimos impostos em uma época de crise”, citou.

Propostas – As 31 proposições que compõem a agenda da Fibra para 2019 foram selecionadas entre 94 propostas apresentadas pelos sindicatos que compõem a entidade e estão agrupadas em cinco temas: assuntos econômicos; política tributária e fiscal; administração pública; política urbana e meio ambiente; e assuntos de relações do trabalho. Há ainda dados da indústria brasiliense e uma análise sobre a conjuntura industrial no primeiro trimestre do ano.

Além do presidente da CLDF, participaram do lançamento os deputados distritais: Chico Vigilante (PT), Cláudio Abrantes (PDT), Delmasso (PRB), Eduardo Pedrosa (PTC), Iolando (PSC), Jaqueline Silva (PTB), José Gomes (PSB), Julia Lucy (Novo), Kelly Bolsonaro (Patriota), Leandro Grass (Rede) e Reginaldo Sardinha (Avante).

 

Com informações da Cldf

31 de maio de 2019