Distrital Claudio Abrantes relata sua batalha pela retomada da paridade salarial entre a Polícia Civil e a Polícia Federal

Crédito: Arthur Menescal

O deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) relata sua luta pela retomada da paridade salarial entre a Polícia Civil e a Polícia Federal. A peleja teve início logo quando houve o anúncio da retirada desse direito, pelo ex-governador Rodrigo Rollemberg, em 2015.

Em maio de 2017, após inúmeras tentativas junto ao Executivo de restabelecimento da paridade, o parlamentar, que é policial civil de carreira, se posicionou junto aos seus pares e rompeu de vez com o ex-governador.

A causa foi um dos motivos que levaram o deputado a apoiar o então candidato Ibaneis Rocha ao Palácio do Buriti, uma vez que ele recebeu essa demanda com bons olhos e se comprometeu com Claudio Abrantes, caso fosse eleito, a devolver a paridade.

Vale lembrar que o PDT, partido do deputado, apoiava o PSB, de Rollemberg. Mas, graças a um acordo dentro de sua sigla, Abrantes teve garantida a decisão de prestar apoio a Ibaneis.

Uma vez eleito, o parlamentar tem lutado incansavelmente, desde antes da posse, para trazer de volta a paridade.

Após ser escolhido líder do governo na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o trabalho prosseguiu, de modo que o tema tem sido recorrente em diversos encontros e tratativas junto ao Ibaneis Rocha. Assim, o governador, por sua vez, anunciou o fato na última terça-feira, 19/2.

No mesmo dia, os delegados e papiloscopistas aceitaram a proposta do governo. No dia seguinte, em assembleia que contou com a presença de Claudio Abrantes, os agentes também deliberaram pela aceitação da proposta, elaborada de acordo com o atual cenário econômico do DF.

O modelo definido garante o retorno da paridade em sua integralidade no máximo até setembro de 2021, podendo ser retomada antes. Também assegura que eventuais aumentos concedidos à Polícia Federal terão reflexos nos salários da PCDF.

 

Com informações da assessoria de comunicação do deputado distrital Claudio Abrantes

25 de fevereiro de 2019