Dólar passa de R$ 4,60, mesmo com anúncio de intervenção do BC

O dólar começou o dia em alta e passou dos R$ 4,60 nesta quinta-feira, 5. Ainda na quarta, o Banco Central anunciou que faria uma intervenção nesta manhã de US$ 1 bilhão. A medida, no entanto, não foi suficiente para conter a alta da moeda americana, que fechou a quarta com valorização de 1,52%, cotada a R$ 4,5801, novo recorde histórico e a 11.ª sessão consecutiva de valorização. A divisa para abril encostou em R$ 4,60.

Às 9h15 desta quinta, o dólar tinha alta de 0,51%, chegando a R$ 4,6041, depois de atingir a máxima de R$ 4,6096.

A sinalização de que o BC prepara novo corte de juros ajudou a pressionar ainda mais as cotações e o real teve novamente o pior desempenho em relação a seus pares no mercado internacional, considerando uma cesta de 34 moedas. No ano, a alta acumulada já é de 14%, a maior dos mercados emergentes.

Profissionais do mercado de câmbio argumentam que o BC deveria ter anunciado a atuação extra para a sessão de quarta mesmo, e, não, para o dia seguinte. Esse foi um dos motivos de a divulgação de que seria feita a intervenção não ter surtido efeito, ressaltou o gerente da mesa de juros da CM Capital Markets, Jefferson Lima. Tanto que, pouco após o BC anunciar a medida, o dólar engatou a subida, renovando máximas.

 

Com informações do Jornal de Brasília

5 de março de 2020