GDF investiu, neste ano, mais de R$ 400 milhões em recuperação de vias

GDF investiu na renovação da pavimentação asfáltica de pontos de grande fluxo de veículos, como o Setor Militar Urbano. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasilia

Os trabalhos de recuperação das vias em todo o Distrito Federal estão a todo o vapor desde o início do ano. Além da operação tapa-buracos em todas as regiões administrativas, o governo investiu pesado na renovação da pavimentação asfáltica de pontos de grande fluxo de veículos como no caso do Setor Policial Sul, avenida principal do Lago Sul e Eixão Sul. Até o mês de outubro, segundo levantamentos da Novacap e do DER-DF, mais de R$ 400 milhões foram investidos no cuidado das vias.

“Estamos trabalhando nisto desde o início do ano, até mesmo para antecipar a temporada das chuvas. É um trabalho de parceria entre a Secretaria de Cidades, as administrações regionais, DER e Novacap”, explica o secretário de Governo, José Humberto Pires. Segundo ele, a produção de massa asfáltica destinada apenas à operação tapa-buracos nas cidades subiu mais de 25% nos últimos dez meses. “Em 2019, já registramos 47,6 mil toneladas utilizadas. No mesmo período do ano passado, foram 38 mil toneladas”, explicou.

O diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur confirma o ritmo acelerado dos trabalhos usando como base um comparativo dos contratos de aquisição de massa asfáltica. “No ano passado, contratávamos R$ 100 mil por mês de asfalto. Neste ano, nossa média foi de R$ 2 milhões por mês”, detalhou.

Fauzi adiantou, ainda, que o governo prepara a completa restauração do Pistão Sul, em Taguatinga. “Já vamos licitar a obra de alargamento do Pistão, que vai ganhar mais uma faixa ao longo de toda a via”, informa. “Neste ano, fizemos algumas intervenções lá para amenizar o fluxo de veículos, mas a obra de ampliação deve iniciar depois de abril de 2020”, completou.

Malha viária
Diretor de Urbanização da Novacap, Luciano Carvalho destaca que na empresa a ordem é atender à determinação do governador de recuperar toda a malha viária do DF. Segundo ele, na Usina de Asfalto foram investidos neste ano o equivalente a R$ 2,5 milhões por mês de insumos para a produção de massa asfáltica. Valor, que somado aos nove contratos de massa asfáltica, chegaram a mais de R$ 47,5 milhões mensais de investimentos.

Segundo ele, outras duas obras de recapeamento de regiões com asfalto bem deteriorado já estão licitadas e devem ter início ainda neste ano: no Gama e em Brazlândia. “Em dezembro, devemos iniciar os trabalhos de recuperação de toda a Avenida dos Pioneiros, no Gama. E, ainda nesta semana, vamos iniciar o recapeamento da Avenida ao redor do Lago Veredinha, em Brazlândia”, afirmou.

 

Com informações da Agência Brasília

5 de novembro de 2019


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*