Inteligência artificial cada vez mais presente na saúde

O avanço tecnológico tem sido aliado na melhora da qualidade de vida, principalmente de pessoas com deficiência

A inteligência artificial (AI) não é mais só enredos de filmes de ficção científica. Já é uma realidade na vida das pessoas, principalmente ajudando na saúde daqueles que mais precisam. Este tipo de tecnologia é capaz de fazer o diagnóstico, prontuários eletrônicos e até mesmo realizar cirurgia. A AI tem sido capaz de transformar o dia a dia das pessoas, com a criação de aparelhos que são capazes de suprir deficiências com total eficiência.

É o caso de quem sofre com perdas auditivas, sejam elas parciais ou totais. Aparelhos auditivos recentemente apresentados ao mercado se apropriaram da inteligência artificial para se tornarem mais eficazes e agregam funcionalidades. Sensores extremamente aprimorados são capazes de captar o áudio com mais rapidez, diminuindo o tempo de resposta do paciente. Além disso, eles são capazes de detectar quedas e monitorar dados físicos e cognitivos do usuário, como por exemplo a reação do organismo em ambientes ruidosos, frequência cardíaca, movimentos realizados, entre outros. Até tradução simultânea de 27 idiomas o aparelho é capaz de realizar.

Para Mariluce Cordeiro, responsável pela Microsom, empresa que trouxe a novidade para Brasília, a tecnologia utilizada é muito mais do que uma questão de conforto ou luxo, trata-se de uma questão social de oportunidade aos deficientes auditivos. “Quanto mais pudermos melhorar a qualidade de vida destas pessoas, mais igualitária tornamos a nossa sociedade. Dedicamos nossas pesquisas a buscar ferramentas que possam permitir aos deficientes auditivos aprimorarem a forma como ouvem e interpretam o mundo”, destaca.

O aparelho é conectado a um aplicativo que armazena todas as informações captadas, que podem ser verificadas pelo próprio indivíduo, familiares ou profissionais de saúde. “O aparelho é conectado o dia todo ao paciente, por que não aproveitarmos para termos informações úteis de seu dia? Com isso, ele pode até mesmo alertar sobre o estado de saúde, mostrando irregularidades”, explica Mariluce. Além disso, possui o recurso inteligente “Hearing Care Anywhere” (cuidado auditivo em qualquer lugar), que permite que o fonoaudiólogo realize regulagens à distância.

A novidade tecnológica oferece ainda o sensor de quedas, que foi pensando, principalmente, para o público idoso. A funcionalidade emite um alerta a três pessoas cadastradas. Pelo aplicativo, os contatos de emergência receberão um aviso com a localização de onde o usuário caiu.  Para pacientes com doença de Parkinson, é possível com apenas um toque na orelha ative funções para pedir socorro.

Com informações da Prezz Comunicação.

29 de outubro de 2019