Maio Amarelo: prevenção a acidentes de trânsito será tema de debate na CLDF

O Maio Amarelo é um ato mundial, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. Com o slogan “no trânsito, o sentido é a vida”, a campanha de 2019 será tema de debate na Câmara Legislativa do DF. O evento vai acontecer nesta quinta-feira (16), às 15 horas, no Plenário da Câmara Legislativa do DF. Estão confirmadas as presenças de representantes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Secretaria de Estado de Mobilidade, Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Autor da iniciativa, o Deputado Valdelino Barcelos defende que acidentes de trânsito podem ser evitados quando a população está consciente dos riscos. “Sofrer um acidente não é a melhor maneira de aprender a ter cuidado no volante, por isso, precisamos valorizar campanhas educativas e abrir o debate para que todo tipo de sugestão, dúvida ou crítica seja avaliada”, explica o parlamentar, que é presidente da Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana no legislativo local.

A cor amarela para a campanha foi escolhida em alusão ao significado da cor nos semáforos: a cor da atenção. “Este é o objetivo: chamar a atenção para o tema, que é tão atual”, acrescenta Valdelino.

Dados

Segundo informações do Departamento de Trânsito do Distrito Federal, em apenas dois anos, a Operação Pontos para a Vida – uma parceria entre o DETRAN, o Ministério Público do Distrito Federal e a Polícia Civil – flagrou 709 condutores dirigindo com a CNH suspensa e 49 com a habilitação cassada.

Em 2018, um levantamento preliminar da Gerência de Estatísticas do órgão apontou que 5 motoristas com o direito de dirigir suspenso se envolveram em acidentes de trânsito com morte no DF. Ainda segundo os dados da fiscalização, cerca de 90% dos motoristas autuados na Operação Pontos para a Vida estavam suspensos por conduzir veículo após a ingestão de bebida alcoólica.

 

Com informações da assessoria de imprensa do deputado distrital Valdelino Barcelos 

16 de maio de 2019