Novo Audi RS 3, nas versões Sportback e Sedan, começa a ser vendido no país

Modelo parte de R$ 329.990. Motor de cinco cilindros oferece 400 cv. Aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 4,1 segundos. Transmissão traz dupla embreagem, sete velocidades e tração integral permanente

Por Marcelo Moura

Por Marcelo Moura, em 8/1/2018 – O novo Audi RS 3 chega ao mercado brasileiro na versão Sportback e na nova configuração sedan. Com motor de cinco cilindros, o carro chega por R$ 329.990. “O RS 3 oferece aos nossos consumidores uma introdução atraente ao universo RS”, afirma Stephan Winkelmann, CEO da Audi Sport GmbH. “Desde 2011 o esportivo compacto se provou extremamente bem-sucedido no mercado. Com o novo motor de cinco cilindros, o modelo está entre os melhores de sua categoria e continua batendo recordes nas pistas”, completa.

Por trás da performance do RS 3 está o motor de cinco cilindros o 2.5 TFSI. O propulsor entrega 400 cv de potência – 33 cv a mais que o anterior – e é 26 kg mais leve graças ao seu cárter de alumínio, entre outras características. O torque máximo de 480 Nm é disponibilizado a partir de uma rotação baixa, de 1.700 rpm, e se mantém constante a até 5.850 giros. Dessa forma o modelo consegue acelerar até os 100 km/h em 4,1 segundos – tanto na versão Sportback como na Sedan.

O novo motor 2.5 TFSI emprega a dupla injeção direta no coletor de admissão e nas câmaras de combustão. Na parte de exaustão, o Audi valvelift system controla a duração de abertura da válvula dependendo da aceleração e velocidade do motor – para um consumo moderado com carga baixa ou parcial, bem como uma resposta mais espontânea do acelerador e um alto nível de potência e tração com carga máxima.

A transmissão S tronic de dupla embreagem e sete velocidades e a tração integral permanente quattro transferem a potência do cinco-cilindros para a estrada. A embreagem eletro-hidráulica multi-plate distribui o torque variável entre os eixos. A tração quattro é integrada ao sistema dinâmico de direção Audi drive select, assim como a direção, o câmbio S tronic, o gerenciamento do motor e as abas de escape ajustáveis. O motorista pode variar individualmente o funcionamento desses componentes entre três modos – comfort, auto e dynamics (conforto, automático e dinâmico). O manuseio é aperfeiçoado pelo uso do ESC (controle eletrônico de estabilidade) com controle de torque seletivo e modo sport ajustado especialmente para o RS.

Comparado ao A3, a bitola do eixo dianteiro é 20 mm mais larga – e as caixas de rodas são, consequentemente, mais robustas. De série, as rodas têm 19 polegadas de diâmetro e os pneus medem 255/30 na dianteira e 235/35 na traseira, enquanto os discos de freios têm 310 mm de diâmetro.

Design
Por fora, que é do que mais o brasileiro gosta, o RS 3 traz sua grade única preta brilhante com padrão colmeia, grandes entradas de ar e acabamento angular nas soleiras. Com a redesenhada lâmina no para-choque dianteiro, a frente do carro tem aparência mais larga. Faróis de LEDs com a distinta assinatura de iluminação da marca são de série. Na traseira, spoiler, difusores de ar e saídas de escapamento esportivo exclusivo da linha RS com saídas ovais. O logo quattro, localizado na parte de baixo da grade Singleframe, dá o toque final na aparência dinâmica do carro, assim como o emblema RS 3 na grade e na tampa do porta-malas.

 

Interior
Por dentro, o painel digital Audi virtual cockpit mostra dados do sistema de infotainment. Uma tela RS desloca o tacômetro para o centro, exibindo em ambos os lados as informações sobre torque, força G e pressão dos pneus. Quando a transmissão está operando em modo manual, uma escala de cores indica ao motorista o momento para a troca de marcha pelos shift paddles ou pela alavanca seletora quando o motor se aproxima da rotação máxima.

O RS 3 é equipado com bancos esportivos revestidos de couro Napa Fina de série, que trazem emblemas RS estampados nos encostos dos assentos. O volante esportivo de couro da linha RS tem base aplanada e traz botões para a operação do sistema de infotainment, além dos shift paddles para a troca das marchas. O principal elemento de controle é o botão rotativo e de pressão localizado no túnel do console central. Também está incluso no sistema um recurso de pesquisa de texto que conclui automaticamente a entrada do usuário após apenas algumas letras terem sido inseridas.

Outros destaques incluem o sistema de som Bang&Olufsen com 705 watts de potência, acabamento interno de carbono, ar-condicionado automático de duas zonas, pedais de alumínio, controle de cruzeiro, teto panorâmico elétrico Open Sky, sistema Keyless-Go, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro com câmera de ré, Smartphone interface e faróis Full Led.

8 de Janeiro de 2018


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*