TCDF recebe representação de Leandro Grass e pede informações à Secretaria de Educação

Com base em uma representação do deputado Leandro Grass (Rede), o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) solicitou informações à Secretaria de Educação sobre contratações temporárias de professores para a rede pública do DF. Em sessão no dia 30 de abril, a Corte decidiu, por unanimidade, conhecer a representação do deputado e estipulou prazo de 15 dias para a secretaria apresentar esclarecimentos.

O documento elaborado por Leandro Grass, protocolado no TCDF em 15 de abril, é resultado de reclamações feitas ao distrital durante visitas dele em escolas da rede pública do DF, além de denúncias recebidas de aprovados em concursos públicos que não são nomeados devido à prática recorrente de nomeação de temporários. “Verifiquei que há supostas irregularidades na contratação temporária de professores para suprir carências definitivas do quadro de pessoal”, explica o deputado.

O distrital define como “desrespeito” o comportamento do Governo do Distrito Federal de nomeação excessiva de temporários. “Essas situações deveriam ser excepcionais, mas estão se tornando frequentes. Esses profissionais têm remuneração diferenciada dos efetivos. É provável que o Estado se utilize desse tipo de contratação por onerar menos os cofres públicos”, reforça Leandro Grass.

 

Com informações da assessoria de imprensa do deputado distrital Leandro Grass

8 de maio de 2019