Tim, tim: comidas e bebidas merecem moderação

Por Luciana Battella

Divulgação

Que delícia essa época de final de ano. Muita alegria, comemorações e COMIDAS! Mas, não deixe que isso acabe totalmente com sua saúde e os ganhos conquistados durante o ano. Então, aqui ficam algumas dicas rápidas para evitar exageros no Natal e Ano-Novo.

  1. Comece a refeição pela salada, por ser rica em fibras, auxilia na diminuição da absorção das gorduras dos outros alimentos e oferece saciedade.
  2. Procure consumir o mínimo de álcool possível. Bebidas alcoólicas são irritantes para o estômago e o intestino, favorecendo azia e má digestão. Além disso são calorias vazias, ou seja, de alto valor calórico e sem valor nutricional. Caso queira consumir algo alcoólico, a dica é optar por uma taça de vinho tinto que possui antioxidantes e menor valor calórico quando comparado às demais bebidas alcoólicas.
  3. Consuma castanhas. São alimentos típicos de uma mesa natalina que apesar de alto valor calórico apresentam excelente valor nutricional pela presença de selênio, zinco, magnésio, gorduras poli-insaturadas e antioxidantes.
  4. Como a ceia acontece muito tarde, prefira as carnes brancas, como o peru, pois é de mais fácil digestão.
  5. O sumo de um limão espremido em um copo de água (pode até ser com gás) 30 minutos antes da ceia ajudará na digestão reduzindo o risco de azia e má digestão.
  6. Beba bastante água. A água é um ótimo aliado para ajudar a evitar a retenção hídrica (visto que a maioria dos alimentos de festas possuem maior teor de sódio) e ajuda a desintoxicar o corpo, além de mantê-lo hidratado.
  7. Procure não abusar dos doces. Doces em excesso são inflamatórios. Associe as frutas natalinas como sobremesas, pois trazem maior valor nutricional e boa quantidade de fibras.
  8. Coma comida de verdade! Evite ao máximo alimentos industrializados.
  9. O segredo nas ceias de Natal e Réveillon não é deixar de comer, mas é ter moderação e equilíbrio. Fazer boas escolhas e lembrar-se de que a comida no mundo não irá acabar no dia seguinte. O mais importante é o que faz entre o Ano-Novo e o Natal, e não entre o Natal e o Ano-Novo.
  10. “Receita para a ceia de Natal: misture amor, perdão e compreensão. Coloque uma pitada de harmonia e boa vontade. Sirva para as pessoas que você ama”.

 

Reúna a família, dê boas risadas e não se esqueça de que no Natal, além de comemorar e alimentar o corpo, precisamos alimentar nossa mente e nosso espírito com pensamentos positivos e orações. Cuide de seu corpo, mas não se esqueça de cuidar de sua mente e de seu espírito.

Feliz Natal a todos e um Ano-Novo de muita luz, paz e sucesso!

15 de dezembro de 2017


Comentários não permitidos.