Torça pela seleção brasileira na Copa do Mundo sem meter o pé na jaca

Ano de Copa do Mundo é sinônimo, no Brasil, de reunir a família e os amigos, com muita comida e cerveja, para torcer pela seleção brasileira. Mas de que forma estes encontros “calóricos” impactam na saúde e na dieta dos torcedores?

De acordo com a nutricionista Enaile Arrais, da NutriCoaching, isso pode gerar um desequilíbrio na rotina alimentar, abrindo espaço e desejo por cada vez mais aperitivos e bebidas, propiciando uma possível compulsão alimentar.

“Quando é um acontecimento isolado, que não se repete muitas vezes, não tem problema. O processo de reeducação alimentar tem a ver com a rotina, não com uma situação ou outra. O problema, no caso da Copa do Mundo, é que são vários jogos e por um tempo relativamente grande, o que exige mais atenção e cuidado com o que iremos ingerir”, afirma a especialista.

Escolhas mais nutritivas – Mas que escolhas podemos fazer que sejam menos impactantes negativamente do ponto de vista nutricional neste período de festa? Enaile recomenda que não sejam trocadas as refeições normais do seu dia pelos petiscos na hora do jogo. “Faça todas as refeições e na hora do jogo, procure não exagerar na bebida, pois o álcool também é bastante calórico – em 1 grama de álcool há 4kcal. E intercale a bebida alcoólica da comemoração do jogo com muita água”, pondera.

A nutricionista da NutriCoaching afirma, ainda, que é preciso evitar frituras e enlatados. Eles podem ser substituídos por snacks assados, petiscos de carnes grelhadas ou churrasquinho.

A cerveja engorda muito? – Enaile alerta que a cerveja engorda bastante pois, além de ter a presença do álcool, que é muito calórico, ela também apresenta a cevada em sua composição, que é um tipo de carboidrato, e como todo carboidrato ingerido em alta quantidade poderá resultar no aumento do peso.

 

Receitinhas mais saudáveis

Confira as opções da NutriCoaching para comemorar sem peso na consciência:

 – Espetinhos de carne e frango

– Snacks de batata doce: cortar a batata doce em fatias bem finas, espalhar em um refratário, colocar azeite extravirgem e ervas de sua preferência por cima e levar ao forno.

– Pipoca é uma ótima opção, rico em fibras. Procure fazer a pipoca com azeite extravirgem ou óleo de coco: para 1 xícara de milho, coloque 2 colheres de sopa do azeite ou óleo de coco na panela. Tempere com pouco sal.

– Bolinho de atum: 1 lata de atum+1 clara+ 2 colheres de sopa de aveia em flocos+2 colheres de sopa de ricota ou queijo cottage – misture os ingredientes em uma travessa, faça as bolinhas e coloque para assar. Unte a forma com azeite.

– Azeitonas e queijos: lave as azeitonas em água corrente ou deixe as de molho na água fria por um tempo, para reduzir o sódio presente em sua conserva. Escolha queijos mais saudáveis como aperitivos, como: minas frescal, coalho e queijo da canastra. 

Dez dicas da NutriCoaching para não pisar na bola com a dieta durante a Copa do Mundo

1- Procure “fugir” da rotina alimentar apenas no horário do jogo;

2- Faça todas as refeições do dia normalmente, inclusive no dia do jogo;

3- Escolha aperitivos menos prejudiciais e sem frituras e excesso de carboidratos no horário do jogo;

4- Intercale a ingestão de bebida alcoólica com a ingestão de muita água;

5- Não exagere no consumo de bebidas alcoólicas, pois o álcool também é bastante calórico;

6- Não deixe a rotina de atividade física de lado: faça o seu exercício normalmente nos dias dos jogos e fique atento ao horário de funcionamento de sua academia, caso você frequente alguma;

7- Caso coma além do normal nos dias dos jogos, não deixe que isso atrapalhe na rotina alimentar dos dias seguintes. Volte ao normal assim que terminar todas as comemorações do dia;

8- Consuma muito líquido também nos dias que não tiverem comemorações, para evitar a desidratação causada pelo alto consumo de bebidas alcoólicas e alimentos ricos em carboidratos e gorduras;

9- Use e abuse dos chás, sucos e alimentos detoxificantes nos dias subsequentes aos jogos, para amenizar o efeito do álcool: salada verde escura, brócolis, suco verde, chá verde, chá de moringa e chá de hibisco;

10- Curta e vibre muito em toda a Copa, com controle, equilíbrio e moderação na alimentação! Seguindo todas essas dicas, será fácil manter o equilíbrio alimentar!

13 de junho de 2018