Você no comando do seu cérebro

Por LP Machado

Willian James, grande pensador norte-americano e um dos fundadores da Psicologia moderna, afirmou: “A maior descoberta de minha geração é que o ser humano pode alterar a sua vida mudando a sua atitude mental”. Realmente é uma grande descoberta, não só para a geração dele, mas também para todas as outras!

Entretanto, ainda são muitas as pessoas que buscam mudar suas vidas apenas de forma externa, sem analisar ou reconsiderar suas atitudes internas. Como se trocar apenas a embalagem fosse o suficiente para transformar todo o conteúdo. Mudanças desse tipo podem até gerar resultados rápidos e positivos, porém, a chance desses resultados serem contínuos infelizmente é bem pequena.

Entenda o seu cérebro como uma grande central de controle. Agora adivinhe quem está no controle: Você!!! Se você der comando de comodismo o seu cérebro acatará e funcionará em prol do que é cômodo. Se você der comando de excelência o seu cérebro acatará e funcionará em prol da excelência. Assim entendemos que o nosso cérebro é, na verdade, um excelente cumpridor de tarefas.

Me responda sinceramente… Os comandos que você dá ao seu cérebro o aproxima ou o afasta de uma vida extraordinária? Como é o seu diálogo interno? Como é a comunicação entre você e você mesmo? Você consegue ativar o seu cérebro de modo que ele funcione plenamente e o mobilize a favor dos resultados que deseja alcançar?

Se as respostas para as perguntas acima forem negativas não fique triste. Tomar consciência sobre o seu modo de funcionamento é o primeiro passo para a mudança. O próximo passo é saber como fazer. Para isso o Coaching Integral Sistêmico tem excelentes ferramentas e a smartirização de metas é uma delas.

Trata-se de uma ferramenta que pode auxiliar não só no estabelecimento de metas, mas também ajudar a gerenciar todas as formas de comunicação, inclusive a que acontece internamente. Basta aplicar algumas perguntas:

  • A sua atitude mental é positiva? Diga para você mesmo o que você quer ao invés do que você quer evitar. Atitude mental positiva dá direção para onde se mover. Tal como uma pessoa que deseja emagrecer 10kg. Focar nos 10kg é investir energia no que não se quer. O ideal é otimizar o pensamento de modo que o foco seja investido no positivo, no que se deseja alcançar. Ou seja, numa vida com hábitos alimentares saudáveis e prática regular de atividade física. Práticas que consequentemente levarão ao emagrecimento.

  • A sua atitude mental é específica? Não basta apenas atingir um estado mental positivo. É preciso ir além, tenha um plano detalhado e execute-o. Uma pessoa que pensa, por exemplo, em conseguir um trabalho e ganhar muito dinheiro deixa margem para várias possibilidades interpretativas. Qualquer trabalho serve? Quanto é muito dinheiro? Por isso a importância da especificidade.

  • A sua atitude mental é desafiadora? Seja realista e busque uma atitude mental atingível, todavia, não muito fácil. Desafie-se, saia da zona de conforto, supere-se. Para alguém que já corre 5km é relativamente fácil correr 6km. Muito mais desafiador será pensar num plano de evolução para correr 10km. Pense grande e seu cérebro entenderá que mudanças serão necessárias e o levará a pagar o preço. Se pensar pequeno dificilmente sairá da zona de conforto, sendo assim, continuará fazendo as mesmas coisas e tendo os mesmos resultados.

  • A sua atitude mental é ecológica? Avalie o impacto da sua atitude mental. Esse é o momento de pensar em você e também nos outros. Certifique-se que a sua atitude mental proporciona bem-estar sistêmico. Se você tem o objetivo de se tornar presidente de uma empresa, mas, para isso, é necessário se ausentar da sua cidade, do seu lar e da sua família por 1 ano, será que vale mesmo a pena? Talvez esse seja um plano que precisa ser revisto, adaptado ou até mesmo descartado. Não só o resultado em si, mas também a trajetória para alcançar o resultado deve trazer benefícios a todos os envolvidos.

  • A sua atitude mental está no seu controle? Por vezes pensamos e agimos com intuito positivo, querendo o melhor para outras pessoas, especialmente para as pessoas que amamos, mas não nos atentamos ao risco de projetar nos outros vontades que, na verdade, são nossas. Pais que sonham em ter um filho formado em Medicina, por exemplo. Está no controle dos pais proporcionar recursos emocionais e financeiros para a realização desse sonho, porém, está no controle do próprio filho sonhar em ser médico ou não.

  • A sua atitude mental é temporal? Ao atingir a atitude mental desejada é importante monitorar constantemente, por meio de seus resultados, para certificar que você está tanto no caminho quanto no ritmo certos. Pessoas que prometem começar a dieta na segunda-feira geralmente deixam em aberto em qual segunda-feira, pois não está claro para o cérebro. É muito importante determinar ano, mês, dia e, em alguns casos, até mesmo horário para que os planos aconteçam. Acredite! Seu cérebro precisa de um comando específico inclusive em termos de data.

Essas são perguntas simples, mas poderosas, que podem fazer fichas caírem e despertar em você a decisão de mudar. Afinal de contas, uma coisa é ter atitude mental e outra coisa muito melhor é ter alta performance mental! Agora cabe a você escolher. Mudança de mentalidade envolve prática e repetição. No começo pode ser desafiador, mas não desista, persista. Te garanto que valerá a pena!

7 de novembro de 2017


1 Comentário

  1. Essa ferramenta foi fundamental na minha vida, eu vinha colocando metas negativas, Ex: perder peso, eu não dava o comando certo. Após reciginificar minhas metas e objetivos estou chegando no meu peso ideal, corpo de um executivo de sucesso e inspirado multidão.
    2 meses – 24 kg

    Obrigado LP você é incrível

Comentários não permitidos.